Pedreiro iniciou série de assassinatos com a morte do primo

Ele matou Flávio no ano de 2015; polícia não descarta encontrar novos corpos

| TOP MíDIA NEWS/DANY NASCIMENTO E WILLIAN LEITE


Crédito: André de Abreu

Cléber de Souza Carvalho, 43 anos, começou a matar em 2015 e o primo teria sido a primeira vítima do serial killer, em Campo Grande. Flávio Pereira Cece, 39 anos, foi morto e enterrado na Vila Planalto.

De acordo com o delegado titular da DEH (Delegacia Especializada de Homicídios), Carlos Delano, Cléber confessou que Hélio Taira, 73 anos, foi o segundo executado em novembro de 2016. “Ele foi presidente da associação de feirantes'.

'O terceiro assassinado teria sido Claudionor Longo Xavier, 48 anos, em abril de 2018. Roberto Geral, que foi morto em junho de 2018, José Jesus assassinado em fevereiro deste ano, José Leonel, morto no dia 3 de maio deste ano e Timóteo Pontes Roman, morto também no dia 3 de maio deste ano”, completa.  

Segundo o delegado, Cléber chegou a dizer que teria ficado com vergonha durante as escavações, mas decidiu falar do último assassinado, que seria Timóteo. A polícia não descarta a chance de outras pessoas terem sido vítimas do assassino.

“Pedimos para quem tem parente desaparecido denunciar, porque ainda pode ter outros crimes. Ele falou que ficou com vergonha durante as escavações, mas decidiu contar sobre o Timóteo”, disse o delegado.

Para denunciar caso de pessoas desaparecidas ou informações referentes à Cléber, ligue 99238-4923 (WhatsApp) ou 3318-9026.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE