Mulher morre carbonizada após incêndio em quarto onde dormia

Marido da vítima disse que ela tinha costume de fumar dentro do quarto e dormir com o cigarro aceso

| ANA PAULA CHUVA / CAMPO GRANDE NEWS


Casa onde a vítima morava com o marido. (Foto: Gilsinho | Caarapó News)

Maria Rita Fernandes de Oliveira, 53 anos, morreu carbonizada após incêndio atingir a casa onde morava em Caarapó, a 273 quilômetros de Campo Grande, na madrugada desta sexta-feira (21).

Conforme o boletim de ocorrência, por volta da 1h50 da madrugada, equipe da PM (Polícia Militar) recebeu a ligação informando sobre um possível incêndio em uma residência na Rua Ari Coelho de Oliveira, no distrito de Cristalina.

Quando os policiais entraram em contato com o Corpo de Bombeiros, foram informados de que o incêndio já havia sido controlado com a ajuda de um caminhão pipa local, mas a informação era que havia uma vitima fatal.

Após alguns minutos, a equipe do Corpo de Bombeiros co0nseguiu contato da filha de Maria que confirmou as informações do óbito e do incêndio controlado pelos vizinhos.

Uma viatura do resgate foi até o local para colher os dados da ocorrência e encontrou José Carlos Guimarães, marido da vitima em frente à residência. Aos militares ele contou que estaria dormindo quando ouviu barulhos de estalos e percebeu o incêndio.

José disse ainda que a esposa dormia em quarto diferente e quando ele passou a viu deitada no chão em meio às chamas, já carbonizada e foi pedir ajuda dos vizinhos que utilizaram uma mangueira para tentar controlar o fogo. Logo após um caminhão pipa de um produtor rural chegou no local e o fogo foi extinto.

Não se sabe ainda as causas do incêndio, mas José disse aos policiais que Maria tinha costume de fumar dentro do quarto, onde o fogo teria começado, e que dormia enquanto fumava.

A perícia da Polícia Civil de Dourados foi acionada e o caso registrado como morte a esclarecer. O incêndio atingiu o quarto onde estava Maria e uma sala.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE