Dono de chácara é multado em R$ 10 mil por desmatar e construir em área de preservação permanente

Autuação aconteceu durante fiscalização no rio Coxim

| MIDIAMAX


Construção invadiu área de preservação permanente (Foto: Divulgação / PMA)

Durante fiscalização no rio Coxim, no município de Rio Verde de Mato Grosso, a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Coxim autuou o proprietário de uma chácara em R$ 10 mil, nesta quarta-feira (20), por desmatar e construir uma casa dentro da área de mata ciliar do rio, em uma APP (Área de Preservação Permanente).

O proprietário da chácara de 59 anos, morador de São Gabriel do Oeste, realizou a obra da residência para implantação de um rancho pesqueiro a 80 metros do rio e o desmatamento da vegetação da área protegida chegava até 40 metros, onde no local deveriam ser conservados 100 metros como área de preservação permanente.

As atividades foram interditadas. Pela infração administrativa, o proprietário da chácara recebeu multa de R$ 10.000,00. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

O autuado ainda foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental estadual um plano de recuperação da área degradada e alterada (PRADA).



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE