Policial penal morre com tiro na cabeça em hotel de Naviraí

Agepen disse que ela atuava na segurança de presídios desde outubro de 2019

| TOP MíDIA NEWS/THIAGO DE SOUZA


Crédito: Reprodução Agepen MS

A policial penal, Monica Hainoski de Souza, 38 anos, foi encontrada ferida, com um tiro na cabeça, no quarto de um hotel, na noite desta segunda-feira (8), em Naviraí. No entanto, ela morreu instantes depois de ser socorrida. 

Conforme o TáNaMídiaNaviraí, a policial teria dado entrada no hotel no início da noite. Por volta das 22h, uma funcionária do estabelecimento ouviu um disparo. A Polícia Militar foi acionada e encontrou Mônica caída com ferimento de tiro. 

Ainda segundo o site, o socorro foi feito pelo Samu e a vítima levada para o Hospital Municipal de Naviraí. Próximo a Mônica, os policiais encontraram uma pistola 9 mm, com uma munição deflagrada. 

O site local dá conta que a policial deixou mensagens para os colegas de profissão e para familiares em uma rede social. Ela atuava na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí. O caso foi registrado na 1ª DP da cidade. 

A Agência Estadual de Administração Prisional de MS, a Agepen, emitiu nota lamentando o fato e destacou que Souza atuava na corporação desde outubro de 2019. 

Valorização da vida 

Estudos mostram que um suicídio afeta ao menos seis pessoas que estavam ligadas à vítima. Se você estiver passando por problemas, procure ajuda. O Centro de Valorização da Vida (CVV) pode ser acionado pelo telefone 188, que atende gratuitamente 24 horas, ou pelo site www.cvv.org.br.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE